d0d354668f69293e040aa69de3140c78_XL

Economistas pioram projeção para inflação e PIB em 2015, diz BC

Economistas de instituições financeiras elevaram a projeção para a inflação neste ano, piorando o estouro da meta, diante de uma economia com perspectiva de crescimento menor.

O Boletim Focus, produzido pelo Banco Central e divulgado nesta segunda-feira (5), mostrou que a projeção para a inflação oficial (IPCA) de 2015 foi a 6,56%, 0,03 ponto percentual a mais do que no levantamento anterior.

Para 2014 a projeção teve ligeiro alta a 6,39%, contra 6,38%. A inflação do ano passado será conhecida na sexta-feira (9), quando o IBGE divulgará o IPCA de dezembro. O centro da meta do governo é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais para mais ou menos.

PIB

Já a projeção para a expansão do PIB (Produto Interno Bruto) neste ano caiu em 0,05 ponto percentual, a 0,50%. Para 2014, a expectativa é de crescimento de 0,15%, contra 0,14% anteriormente.

Sobre a taxa básica de juros (Selic), o Focus mostrou que a perspectiva ficou estável. Os economistas ouvidos pelo BC esperam que a taxa, atualmente em 11,75% ao ano, termine 2015 em 12,50%.

Dólar

Para o dólar, que fechou 2014 em alta de quase 13% ante o real, a R$ 2,65, especialistas consultados mantiveram a projeção de que encerrará este ano a R$ 2,80.

Inflação alta, juros elevados, crescimento baixo e contas públicas em deterioração formam o cenário que o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy terá de enfrentar. Com perfil mais ortodoxo, ele já anunciou nova meta de superavit primário para este ano, equivalente a 1,2% do PIB, e disse que é preciso coragem para fazer as mudanças necessárias.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *